Informática Vale do Sousa

Informática Vale do Sousa

Diretiva NIS2: A Cibersegurança na União Europeia

A cibersegurança é um pilar fundamental para a estabilidade e segurança das sociedades modernas. Com a crescente digitalização de serviços essenciais, a União Europeia (UE) reconheceu a necessidade de uma legislação robusta que garanta a proteção contra ameaças cibernéticas. A Diretiva NIS2 é a resposta da UE para estabelecer um alto nível comum de segurança cibernética em todos os Estados-Membros.

O Que é a Diretiva NIS2? A Diretiva NIS2 é uma atualização da Diretiva de Segurança de Rede e Informação (NIS) original. Ela foi criada para abordar as lacunas e inconsistências na legislação anterior e para se adaptar ao panorama cibernético em rápida evolução. A NIS2 estabelece requisitos obrigatórios de segurança e notificação de incidentes para “entidades essenciais e importantes” em setores críticos, como energia, transporte, saúde e serviços digitais.

Principais Objetivos da NIS2:

  • Fortalecer a segurança cibernética: A diretiva visa garantir que as entidades essenciais e importantes adotem medidas adequadas para gerenciar riscos cibernéticos e reportar incidentes de segurança.
  • Melhorar a cooperação entre os Estados-Membros: A NIS2 promove o compartilhamento de informações e a colaboração entre as autoridades nacionais de cibersegurança.
  • Aumentar a resiliência do mercado interno: Ao harmonizar os requisitos de segurança cibernética em toda a UE, a NIS2 busca proteger o mercado interno contra interrupções e ataques cibernéticos.

Impacto da NIS2: A implementação da NIS2 terá um impacto significativo em muitas organizações. As empresas terão que cumprir padrões mais rigorosos de segurança cibernética e estar preparadas para responder rapidamente a incidentes. Além disso, a diretiva amplia o escopo para incluir mais setores e aumenta as sanções para não conformidade.

Conclusão: A Diretiva NIS2 é um passo crucial para a UE na luta contra as ameaças cibernéticas. Ao estabelecer um quadro legal forte e coeso, a UE está posicionando seus Estados-Membros para melhor proteger suas infraestruturas críticas e serviços essenciais. À medida que nos aproximamos do prazo final para a implementação da NIS2, é imperativo que todas as entidades afetadas estejam cientes de suas obrigações e tomem as medidas necessárias para garantir a conformidade.

João Moreira
Informática Vale do Sousa
Informática em Paredes
Tudo para o seu Negócio

Open chat
Olá
Em que posso ajudar?